VOLTAR

Workshop Marionetas de Luva Chinesas - Yeung Fai

 

Projeto Funicular:

WORKSHOP DE MARIONETAS DE LUVA CHINESAS

 

Coordenação: Yeung Faï (CH-FR)

8 a 10 de dezembro de 2023

Sexta a Domingo

São Luiz Teatro Municipal - Sala Bernardo Sassetti

 

PROJETO FUNICULAR*

Um projeto internacional de formação na área do Teatro de Marionetas do CAMa - Centro de Artes da Marioneta | A Tarumba

Com o apoio do São Luiz Teatro Municipal

A oportunidade única de descobrir esta técnica de manipulação e aprender com o mestre Yeung Faï, último descendente de uma dinastia de marionetistas (cinco gerações e vários séculos de manipulação).

 

Yeung Faï pratica incansavelmente a sua arte, tendo-se tornando no mestre incontestável de marionetas de luva chinesas. Esta marioneta permite movimentos acrobáticos muito elaborados, que incluem todo o tipo de piruetas, lembrando também a proximidade, na China, entre as artes do espetáculo e as artes marciais. A prática da marioneta de luva chinesa pode ser comparável à utilização de um aparelho de circo e implica um empenhamento físico intenso.

Graças ao seu virtuosismo e domínio técnico, Yeung Faï é capaz de expressar com grande precisão o estado de espírito, temperamento e sentimentos das personagens que manipula. As suas marionetas tornam-se verdadeiros acrobatas, cujos combates são pontuados por saltos, cambalhotas e outras proezas impressionantes.

 

Um workshop prático de iniciação à técnica de manipulação de marionetas de luva chinesas, a partir de perspetivas tradicionais e contemporâneas. Durante esta formação serão utilizadas marionetas do mestre Yeung Faï.

 

Destinatários: Marionetistas, atores, bailarinos, artistas de circo, encenadores, artistas plásticos, estudantes de artes visuais e performativas
N.º de participantes: 12

Horário: Sexta a domingo das 10h às 13h e das 14h às 17h30
Idioma: Inglês

Custo: 50€
Data limite de inscrição: 5 de dezembro de 2023

 

Seleção por ordem de inscrição mediante pagamento.

 

INFO E INSCRIÇÕES

A inscrição é realizada através do preenchimento da ficha de inscrição no Google Forms ou em formato doc - neste caso deve ser enviada para: projectofunicular@gmail.com ou atarumba@gmail.com

 

 FICHA DE INSCRIÇÃO: NO GOOGLE FORMS OU DESCARREGUE AQUI

O programa deste workshop de iniciação a esta técnica contempla a aquisição de conhecimentos sobre a história do teatro de marionetas de luva chinesas, focando-se principalmente na componente prática, que inclui vários exercícios de aquecimento para o corpo, dedos e mãos:
-exercícios para desenvolver os músculos dos dedos e a flexibilidade das articulações das mãos;
-dedilhado e expressão das mãos ao manipular marionetas de luva ou ao trabalhar com as mãos;
-movimentos das marionetas, como andar e saltar; passar a marioneta de mão em mão; consciência do seu peso; construção de uma personagem e encenação de lutas ou outros exercícios dramáticos.

 

“Na nossa família, desde há várias gerações só há duas profissões: marionetista e professor (...). 
Atualmente, na nossa família já não há ninguém que faça espectáculos de marionetas. A marioneta é a arte da nossa família e não quero que desapareça depois de mim (...).
O público não está muito familiarizado com a arte da marioneta. Muitas vezes pensam que manipular e atuar com marionetas é algo muito simples. Por isso, não veem a marioneta como uma forma de arte. No entanto, esta arte clássica requer uma longa aprendizagem. É o desejo de dar a conhecer esta arte que me dá o gosto de a transmitir.
A arte da marioneta combina o gesto e o movimento com a pintura, a escultura e outros conhecimentos (...).
A marioneta de luva chinesa exige um grande rigor, uma ginástica semelhante à da dança clássica. A elasticidade das mãos é fundamental: as falanges, a separação do dedo indicador dos outros dedos - o dedo indicador carrega a cabeça da marioneta e deve ser capaz de se manter direito. Mas é a correspondência entre os movimentos da marioneta e a respiração do marionetista que exige mais trabalho.
No início, dou aos alunos uma boa base, adquirida através de exercícios, uma gramática dos dedos e das mãos.
Transmito o que eu próprio aprendi.
É preciso tempo para que os alunos ultrapassem esta primeira fase de aprendizagem, e então posso dar-lhes o que é só meu: o poder do teatro, a natureza da respiração, a sensibilidade da vida, o ritmo, e de certa forma, a arte do ator”.

- Yeung Faï, Manip - Le Jounal de la Marionnette

 

BIO

Yeung Faï nasceu em 1964. É a quinta geração de uma grande família de marionetistas chineses. Foi iniciado na manipulação de marionetas de luva chinesas com a idade de 4 anos, pelo seu pai, um dos maiores mestres, que acabou por ser perseguido durante a Revolução Cultural, o que deixará sinais indeléveis na sua prática artística. Marcado para sempre por esta história familiar, Yeung Faï aprimorou obstinadamente a manipulação e a construção de marionetas de luva chinesas, apresentando-se com grande sucesso por todo o mundo.
Atualmente vive em França e para além do seu trabalho como encenador, criador e marionetista, é um dedicado formador e ensina regularmente na École Nationale Supérieure des Arts de la Marionnette de Charleville-Mézières, para além de dirigir formações em outras instituições em diversos países.
Artista apaixonado, cria espetáculos cheios de poesia, humor e beleza, que surpreendem públicos de todas as idades. No São Luiz Teatro Municipal e no âmbito do FIMFA Lx21, maravilhou o público com The Puppet Show-Man, e no FIMFA Lx16 foi apresentado um documentário sobre o seu percurso.

 

Material que os participantes devem trazer:
-Roupa confortável para exercícios de aquecimento.

Fotografias: Estelle Valente/Teatro São Luiz